O que sou?

O que sou?
Quem sou eu para insistir em pensar?
Quem sou eu quando em ti tento não lembrar?
De que é feito esse doce que te revela?
De que é feito esse aroma que te esplandece?

O que explica esse liquido que existe na sua boca?
Será ele tua química? Será ele tua formula?
Ou será ele apenas o reflexo do teu sabor?

Afinal, quem sou? Quem é você?
O que te fez? Quem te fez?
Quem escreveu nas linhas tortas tal desenho perfeito?
Quem disse ter errado um numero nesse calculo indescritível?

Quem é você?
Quem é você para achar que pensa sempre as mesmas coisas que eu?
Quem é você quando eu tento imaginar?
Do que você feito?

Nada explica essas perguntas quando não tem como responder sem saber do que se trata.
Você é constante. É irrelevante. É cruel. É ignorante.
Você pode ser tudo isso e mais um pouco. Talvez seja até mais do que chego a imaginar quando paro de te olhar.

Porém, antes de tentar decifrar-te, pergunto eu, no auge do meu delírio: O que sou?

Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Uma resposta para “O que sou?

  1. Boa pergunta… “O que somos?”.
    Talvez a vida seja nada mais do que um momento que passamos refletindo sobre a pergunta pra somente no fim encontrarmos sua resposta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: