Você era as nuvens

Você era o motivo
Você era o sorriso
Você é o descaso

Você era simples
Você era vício
Você é pedaço

Você era o sol
Você era a lua
Você é decepção sem fim

Você era o bater
Você era o saber
Você é a hipocrisia

Você era o caso
Você não era por acaso
Você já não é

Você era as nuvens
Você era o estrelar de verão
Você é inverno grosso, rio em contramão.

Você era o ar
Você era a vida
…Quem é você?

 

Todos os textos são de autoria de Cleyton de Paula,
não sendo permitido a cópia e publicação sem a

autorização do mesmo.

Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: