A Revolta do Coiote

Às vezes eu queria poder gritar para o mundo todo ouvir.
Todos os meus anseios, angustias, sonhos e desilusões.

Às vezes eu gostaria de poder voar e assistir o mundo girar lá de cima, do segundo andar.
Te observar feito uma formiga, atordoada nesse imenso carrossel.

Às vezes me acho infantil, aceitando teu sorriso feito algodão doce, entregue a uma criança
tosca e desajeitada, esquecida no parque encantado.

Às vezes me sinto vazio. Por dentro nem consigo me encontrar.
Vou correndo na direção do nada, imaginando o que diabos vou encontrar.

Às vezes desejo ser nuvem para passear por toda a imensidão azul.
Viajar por todos os lados do mundo, jurando não te procurar.

Às vezes me sinto pecado, pecando desejando-me o próprio mal.
É cansaço de tentar descobrir o sentido disso tudo, de cada segundo sempre me iludi e tal.

Às vezes desejo até ser uma pedra. Parar de pensar e jamais me movimentar.
Esquecer o significado do tempo, quando o próprio tempo um dia há de se cansar.

Às vezes brinco de ser poeta, inventando versos toscos por si só.
Sou eu e minha criança interior, buscando ao relento o frio ardido da manhã.

Às vezes brinco de ser aquilo que jamais fui.
Às vezes desejo esquecer um pouco de tudo que vivi.
Às vezes me nego a sentir dor,
Às vezes me perco assim… Sozinho, assim… Te procurando…

Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: