Recombinando Atos

Redefinir a distância entre você e seus problemas,
Repartir o acumulo de insatisfações,
Atribuir uma maior preocupação com suas doentias lembranças e afetos.
Recomeçar.

Reaver suas metas e suas emoções,
Comparar o ontem, hoje e amanhã tendo como base
o princípio de não mais aceitar.
Reverter toda sua imaginação a fatos
e negar-se a imploração do não sentimento real.

Aceitar teu caminho como você, só mesmo você conseguiu enxergar.
Não aceitar jamais falsos sorrisos, falsas feições, emoções em vão.
Se distanciar da mais bela e perfeita hipocrisia, que escondida em um abraço vem e te faz alegria.

Ser o Ser e não mais um querer.
Ser e fazer, sem deixar escapar aquela possibilidade impossível.
Que tanto te atinge dolorosamente o peito e te faz crer em sempre
novas manhãs. As quais se repetem inconscientemente dentro de ti.
Dentro do teu peito. Dentro da sua mente, que mente… assim…

Por Cleyton de Paula
Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: