Sou a Inquietude

As vezes eu só queria ter a oportunidade de evitar sorrisos.
As vezes eu só queria ter a oportunidade de não omitir, nem mentir, nem fugir…
As vezes eu só queria ser menos o que sou
As vezes eu só queria ser justo com o que penso
As vezes eu só queria ser injusto com meus sentimentos e impedi-los de nascer.

As vezes eu queria destruir as coisas malignas que construo com minha mente,
As vezes eu só queria ser menos cego
As vezes eu só queria ir embora, fugir
As vezes eu só queria não sentir o que sinto
As vezes eu só queria ser mais atencioso comigo mesmo
As vezes eu só queria ir pra bem longe de todos, partir, sem voltar.

As vezes eu queria ser tudo menos o que sou
As vezes eu queria simplesmente te odiar
As vezes eu queria apenas dizer tudo que infelizmente sinto
As vezes eu queria sumir com essa dependência de te ver
As vezes eu queria ser bem maior do que esse sentimento

As vezes eu queria apenas te esquecer e assim continuar a viver…
Mas tudo perde o sentido quando estou perto de você…

Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Uma resposta para “Sou a Inquietude

  1. Monisa

    Que bonito. E triste. :\

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: