OBSERVAR. ABSORVER.

Vamos repensar!

Quando sentei frente ao PC para escrever algo sobre 2012, de imediato meio veio uma frase que postei no Facebook no início do último dia do ano: “Obrigado, 2012. Você foi um ótimo professor!”. Acho que não teria algo melhor para dizer a este ano, além de um ‘Muito obrigado!’.

Digo isso porque este foi, sem dúvidas, um dos anos os quais eu mais aprendi. Compartilhei sonhos, idéias, saberes e tive retornos diferenciados os quais carregarei pelo resto da minha vida. Afinal, com isso tive também sonhos e idéias arrancadas de mim, mas a sabedoria ninguém nunca ha de me tirar. Com ela carrego meu caráter, minha humildade e simplicidade em buscar sempre viver de bem com todos e com tudo. E foi assim que vi partir pessoas as quais eu dediquei uma amizade, carinho, confiança e respeito por alguns anos, pessoas que partiram me tratando feito lixo, feito “um nada”. Mas que com isso me ensinaram ainda mais. Essas vão, mas certamente não farão falta nesse meu novo ciclo de vida.

Porém, esse ano eu vi de longe pessoas queridas partir para cada vez mais longe de mim. Deixando de ser amiga e passando a ser apenas mais uma pessoa estranha que vejo ao longe ou que de jeito forçado troca comigo um simples “olá!”. Mas que com isso me ensinou ainda mais.

Esse ano eu vi sim sonhos deixando de existir. Mas vi também novos sonhos surgirem. Joguei pra mim mesmo novos desafios os quais eu estou ciente que hão de ser difíceis, mas são tão possíveis que chego a me empolgar com isso. São sonhos novos, mas com um mesmo desejo; Ajudar na construção de um mundo melhor.
Mas, sinceramente, espero ter – nesse caminho – pessoas de fato com o coração bom. E não semelhantes aquelas que deixei para trás as quais só desejam créditos, suas fotos em jornais, ou blogs. Essas, prefiro deixar em 2012, pois são negativas. E com isso me ensinaram ainda mais.

Mas esse ano também foi de surpresas. E não falo das mudanças ao meu redor. Tive pessoas maravilhosas entrando na minha vida. Mesmo parecendo ser algo artificial, pra mim foi muito especial, pois vi o quão fantástico é fazer novas amizades, conhecer novos universos e vi como é bacana sentir ausência de uma amiga(o) nos momentos mais tensos, cômicos ou simples. Algumas ausências que incomodaram bastante. Mas foi legal essa chegada e partida. Me ensinou a não criar expectativas nas pessoas. Ela me ensinou a nunca esperar muita coisa das pessoas e com isso – de repente – ser surpreendido. Uma amizade que nos últimos 6 meses que talvez valorizei além do necessário, colocando em prática o que ela me ensinou.

Tive dois mil e doze motivos para desistir de muita coisa, algumas foram inevitáveis, outras essenciais manter-se próximo a mim. Como citei várias vezes, tudo foi lição. Tudo foi aprendizado. Tudo foi, é e sempre será essencial para nosso crescimento.
Acredito que todas as pessoas ao nosso redor nos ajudam a moldar nosso caráter. E por isso agradeço a todas as pessoas as quais de alguma forma tive contato neste ano que se encerra.

Um ciclo se encerra para abrir portas para novas possibilidades. As tempestades passaram para a calmaria nos servir de reflexão. Que os erros e acertos sejam espelhos para fazermos de 2013 um ano de mudança. Que façamos mais amor e menos guerra! Feliz 2013, Planeta!

Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: