Caça & Caçador

ceu-estrelado

Vamos falar de mudanças?

Mudar e não ficar muda. Perceber sem ignorar. Sem titubear, entender que tudo ao teu redor é fruto de suas ações.

Podemos optar por sermos caçadores de ilusões, confusões, mas encontraremos apenas negações. Talvez seja um fardo sermos tanto caça como caçador. Sermos, talvez, maiores do que pensamos. E termos, sem perceber, nas mãos o que sempre desejamos.

É ai que a vida te apresenta um leque de coisas “absurdas” que te transformam. Pode ser aquele “adeus” ridículo sob efeitos de álcool. Ou um olhar distante, sem se quer ter um abraço para afogar as más impressões ou as más interpretações – e por que não dizer – as não aceitações.

Mudança é tudo aquilo que você faz. Certo ou errado. Acabam nos proporcionando algum tipo de mudança. Pelo menos, é assim que penso. Afinal, todas as decisões que tomamos moldam o nosso cotidiano. São nessas mudanças que nos perdemos e nos encontramos ao mesmo tempo. Então por que não dizer que somos mudanças ambulantes?

Vivenciamos mudanças por todos os lados. As vezes apenas assistimos, ou sentimos. Ou negamos.
Mudanças existe até no gole gelado daquela bebida indesejada que você segura na mão, dentro do carro e nega um gole a outra pessoa, simplesmente por não querer que ela (a bebida), não saia de perto de ti. Talvez por medo de ficar sozinha? Talvez por medo de achar estar fazendo o certo, quando na verdade, há noventa e nove por cento de chances de ter errado? Mudança é isso. Pois o resultado a seguir será totalmente diferente daquilo que você, segundos atrás, imaginou.

Foi se o tempo, criança, onde tu apenas observada ao longe as coisas acontecerem. Hoje elas acontecem contigo de uma maneira mais forte. E não acontecem por acaso. Acho que “acaso” não existe. Eu, particularmente, acho que o correto é viver. Vivenciar ao máximo tudo que a vida nos possibilita viver. Mas sem esquecer que cada passo em falso, poderá resultar em um grande tombo.

E às vezes a gente cai, deixando de ser caçador e passando a ser a caça morta, talvez até esquecida… para sempre!

Anúncios

Sobre sobreamente

Como um admirador nato da Arte e Cultura, analiso o mundo com base no comportamento humano e peço licença para expor a minha opinião. Costumo me enxergar como apenas mais um ilusionista nesse mundo tão caótico. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: